A doença meningocócica é transmitida por um grupo de bactérias chamadas meningococos – daí a origem do nome meningocócica. Ela provoca uma inflamação na membrana que envolve o cérebro e a medula espinhal (meninge). Repentina e de rápida evolução, pode levar à morte entre 24 e 48 horas a partir do aparecimento dos primeiros sintomas – fraqueza, febre, dor de cabeça, vômitos e, mais tarde, rigidez na nuca, sintomas que são inespecíficos e podem se confundir com os de outras doenças como viroses, por exemplo. Quando o desfecho não é fatal, podem ocorrer sequelas tais como danos cerebrais, dificuldades no aprendizado, perdas de membros e da audição.

A vacina meningocócica ACWY foi desenvolvida para proteger contra quatro dos cinco principais sorogrupos responsáveis pela doença meningocócica invasiva, a forma mais grave da doença, sendo fatal em 10% dos casos em centros de excelência no mundo, mas que pode chegar a uma mortalidade de até 40%. Inicialmente, a vacina, era restrita à imunização ativa de crianças, adultos e adolescentes a partir de 1 ano de idade.